Compliance

Elaboração, Estruturação, Implementação, Gerenciamento e Revisão de sistemas de compliance empresariais realmente efetivos.

. Assuntos relevantes indispensáveis para todo e qualquer compliance realmente efetivo:

. Código de Conduta

. Conflito de Interesse

. Confidencialidade

. Sistema de proteção aos denunciantes

. Brindes, presentes e hospitalidades

. Doações e patrocínios

. Responsabilidade na contratação de terceiros (fornecedores, prestadores de serviço, colaboradores,

. Aquisições e “Joint Ventures

. Lavagem de Dinheiro

. Pagamentos de Facilitação

. Fraudes Contábeis

. Processos de Escalação

. Materialidade

 

Auxílio para a obtenção de certificados e prêmios nacionais e internacionais sobre compliance e medidas anticorrupção

. Empresa Pró-Ética, concedido pelo Ministério da Transparência, Fiscalização e Controle em parceria com o Instituto Ethos

. ISO 19.600

. ISO 37.001

. DSC 10.000

 

Diferentemente de grande parte dos escritórios, garantimos a elaboração de um sistema de compliance específico para sua empresa, levando em conta todas as suas particularidades

 

Compliance em setores específicos, por exemplo:

. Publicidade e Marketing

. Agências de Publicidade

. Veículos de Comunicação

. Produtoras

. Institutos de Pesquisas

. Terceiros contratados

. Saúde

. Hospitais

. Indústrias Farmacêuticas

. Industrias ou representantes de equipamentos médicos e hospitalares

. Seguradoras de Saúde

. Entidades do Terceiro Setor com atuação na área da saúde

. Financeiro

. Instituições Bancárias

. Corretoras de Ações

. Fundos de Previdência

. Toda e qualquer empresa que de alguma forma se relaciona com a Comissão de Valores Mobiliários – CVM

. Aeroportuário

. Aeroportos e Aeródromos

. Companhias Aéreas

. Portos

. Concessionárias

. Delegatárias

. Empresas com filiais sediadas dentro de portos ou aeroportos

. Transporte e Automobilístico

. Empresas de Logística

. Concessionárias

. Concessionárias

. Transportadoras

. Empresas de ônibus

. Empresas fabricantes de equipamentos automotivos

. Cultural

. Museus

. Galerias de Arte

. Empresas especializadas em leilões de obras de arte

. de Tecnologia

. Consultorias

. Desenvolvimento de Softwares

. Atividades de Informática

. Sindicatos e Associações

. Partidos Políticos

. Institutos

. Entidades do Terceiro Setor

. Agropecuário

. de Mineração

.  Alimentício

. de Energia

. petrolíferas

. de gás

. de energia elétrica

. Comércio e varejo de combustíveis

. Têxtil

. Turismo

. Agências de Viagem

. Redes Hoteleiras

. Telecomunicações

. Imobiliário

. Educação

. Saneamento Básico

. Esporte

. Entidades esportivas

. Agências e Administradoras de carreira esportiva

. Fornecedoras de material esportivo

. Administradoras de estádios e ginásios esportivos

Adaptação de sistemas de compliance à diferentes contextos jurídicos

. Ao contexto Brasileiro

. Ao contexto dos Estados Unidos

. Ao contexto do Reino Unido

. Ao contexto da França

. À todos os demais contextos nacionais, regionais, internacionais e transnacionais

 

Principais atividades desenvolvidas pelo escritório:

. Estabelecimento de requisitos com base nos riscos da empresa

. Identificação dos requisitos locais (legislação, marcos regulatórios e requisitos de clientes)

. Análise dos “outputs” dos demais processos da organização, verificação dos ambientes internos e externos (riscos da empresa, requisitos internos e externos, legislação, …) com o objetivo de manter atualizados os requisitos do programa de compliance

. Exame crítico e verificação da aplicabilidade dos requisitos

. Tradução para o idioma principal da empresa e para o idioma do país em questão

. Customização englobando eventuais adequações à cultura local

. Definição das políticas em linguagem direta, de modo a estabelecer claramente os objetivos e a direção desejada para cada tema

. Inclusão dos requisitos, em forma de tarefa ou atividade, em algum processo já existente na organização ou, caso este não exista, a criação de um novo

. Elaboração ou adaptação de procedimentos, a fim de tornar mais adequada a comunicação e sistematizar as atividades necessárias para atender aos requisitos

. Estabelecimento de Estratégias de Comunicação

. Elaboração e execução de um Plano de Comunicação, ou seja:

. Participação e palestras em eventos das áreas de negócios da empresa

. Disseminação dos conceitos por meio de participação em reuniões

. Disseminação da cultura de compliance através de folders, livretos, cartilhas, guias, gibis, …

. Tomada de entrevistas e criação de filmes internos

. Programação de treinamentos específicos

. Coordenação e lançamento de informativos em canais eletrônicos (Intranet e/ou Internet)

. Treinamentos digitais e presenciais em todas as unidades da empresa

. “Handover”, repassando o conhecimento, mediante treinamento, de uma atividade, controle ou processo recém-criado para o futuro responsável de uma área diferente do compliance

. Gerenciamento de riscos concretos e potenciais no dia a dia da empresa

. Definição de um plano de ação com o objetivo de mitigar os riscos identificados e assegurar a efetiva implementação do programa de compliance

. Participar e monitorar o dia a dia de todas as áreas e departamentos da empresa

. Executar controles estabelecidos no programa de compliance da empresa

. Receber e investigar notícias ou denúncias de possíveis casos de desvios

. Analisar desvios de conduta

. Seguir o fluxo de correção, em casos de erros de processo. Ou seja:

. Registrar claramente o desvio

. Corrigir imediatamente o fato em si (ação imediata)

. Identificar a causa raiz do desvio

. Estabelecer uma medida que evite ou minimize a oportunidade de reincidência (ação corretiva)

. Implementar a medida corretiva

. Verificar se a medida corretiva é eficaz (“follow up”)

. Seguir o fluxo de correção, em casos de desvio de conduta, ou seja:

. documentar claramente o desvio, incluindo o embasamento legal, quando apropriado

. Reunir o Comitê Disciplinar ou de Ética, caso existam

. Analisar o fato, as causas e as consequências

. Definir medidas disciplinares

. Definir medidas corretivas

. Implementar as medidas estabelecidas

. Manter registro adequado

. Reuniões de análise crítica do desempenho dos processos e resultados dos controles

. Reuniões de acompanhamento para garantir a aplicação de atividades, processos e controles de compliance

. Definição e implementação das melhorias pertinentes

. Geração adequada de relatórios para a empresa

. Analisar, de forma crítica e periódica, os resultados quantitativos obtidos, tais como:

. Tamanho da organização de compliance

. Quantidade de denúncias recebidas

. Tempo dos processos de investigação

. Quantidade de pessoas treinadas ou quantidade de cursos realizados

. Quantidade de parceiros de negócios, incluídos no programa de compliance

. Quantidade de procedimentos e normas implementados

. Quantidade de “não-conformidades” identificadas

. Quantidade de medidas disciplinares aplicadas

. Quantidade de consultas ao Gerente de Integridade Corporativa ou a alguém do departamento de compliance da empresa

. Quantidade de terceiros

Você sabia que seu navegador está desatualizado?

Para usufruir da melhor experiência utilizando nosso website, nós recomendamos que você atualize para a nova versão ou instale um outro browser. Apresentamos uma lista dos browsers mais populares logo abaixo.

Apenas clique em um dos links abaixo para baixar o navegador desejado:

Download Google Chrome

Google Chrome

Download Opera

Opera

Mozilla Firefox

Mozilla Firefox

Microsoft Internet Explorer

Microsoft Internet Explorer